Este slideshow necessita de JavaScript.

Na sexta tivemos uma corrida contra o tempo. A apresentação estava marcada para as 19h30. Tínhamos um anúncio maneiro, mas era necessário todo o resto.  Não bastava ter somente artes bonitas, precisaríamos de ações morais e educacionais. E ai fez a diferença a equipe.

O Kadu tinha dado algumas idéias, mas a @patty_suzuki corria com outras estratégias e com toda apresentação. Se ela tinha alguma ideia, me passava e pensávamos juntos em como melhor desenvolvê-la. Assim como da minha parte, se eu tinha alguma ideia, passava pra ela, e tentávamos desenvolver ao máximo para ter uma apresentação com coisas que realmente pudessem ser aplicadas, caso ganhássemos.

Aqui no trabalho eu ainda contava com a presença de um concorrente direto, meu amigo @brunoIta que também estuda na ESAMC e estava participando com a @liesposito e contamos com a ajuda de nosso chefe de departamento, o @fercfox nos ajudou, liberando-nos para trabalhar nas peças do desafio e dando algumas dicas pra arrematar o trabalho final. A Patty veio pra cá e concluímos tudo 20 minutos antes da apresentação. xD

Os anúncios seguem logo abaixo. As ações eu falo depois, porque tem muito texto escrito já. A ideia é usar um anúncio de página dupla com um pequeno encarte e dar um impacto no cara. Se o cara não é um idoso ou deficiente e nem transporta um, ele amanhã realmente pode precisar. Queríamos dar um choque no leitor.

Também decidimos usar um flyer que funcionaria como uma “multa moral” em caso de uso incorreto da vaga e também como uma peça explicativa para os demais carros no estacionamento.

Para a ação educativa, optamos por um anúncio mais brando, com uma linguagem visual mais acessiva. 98% dos idosos tem acesso ao jornal. E não poderíamos falar com esse público ou com deficientes físicos de forma agressiva, mas precisávamos que houvesse algum impacto. Então optamos por usar a imagem das vagas especiais e dizer que a URBES tem feito sua parte para garantir essas vagas especiais, mas que os idosos e os deficientes também precisam fazer a sua, se cadastrando para obter a legalidade para o uso desses espaços reservados a eles.

Na ação, decidimos por utilizar uma aplicação no chão de filas especiais, simulando uma vaga, e com os dizeres da campanha da campanha dirigida a eles: “A preferencial é sua”. E também seriam abordados por agentes da campanha que distribuiriam o material impresso (flyer).

Mostramos tudo isso e mais outras coisas nos 6 minutos que tivemos. O resultado? Um MBA 100% na faixa pra cada um e mais um HD externo de 250 gigas como prêmios.  =D